Circulação de Taxis de Lagoa Santa em Belo Horizonte gera polemica

 
A BHTrans vai entrar com uma representação no Tribunal de Contas do 
ESTADO contra a Prefeitura Municipal de Lagoa Santa e a Associação
Metropolitana de Belo Horizonte, questionando o fato dos taxistas de
Lagoa Santa estarem circulando na Capital por uma permissão do DER_MG 
publicada dia 28 de setembro no Minas Gerais em favor de 10
taxistas. A BHTrans alega uma concorrência desleal e predatória aos taxistas de
Belo Horizonte, além do DER-MG estar legislando em causas de competência da 
cidade de Belo Horizonte. 
Em nota enviada a imprensa, a  BHTrans vai aumentar a fiscalização para com os taxis 
irregulares, sujeitando-os a multas de 2000 ufir e apreensão do carro por 45 dias. Em caso
de reincidência o valor dobra,cumprindo a lei 7.907/99.
Em resposta, o Prefeito Genesco Aparecido diz  que os taxis de Lagoa Santa que circulam
em Belo Horizonte são metropolitanos e atendem aos Aeroportos e  Hotéis, sendo a
legislação que trata da matéria estadual. Alega também que os taxis de Belo Horizonte circulam
livremente em Lagoa Santa, sendo assim a fiscalização local poderá também multar da  
mesma forma os taxista de Belo Horizonte.

fonte: Gazeta Mercantil - edição MG , 05/outubro
Volta  pagina principal Volta a pagina anterior